Los Andes Sagrados

Los Andes Sagrados

jueves, 27 de julio de 2017

21 DIAS DE MÃOS DADAS COM PACHAMAMA...


O DESPERTAR DO CORAÇÃO
Estar em boas mãos traz a música do coração à consciência e, por instantes vivos, o caminho nos mostra o Sentido. Em boas mãos, a Vida nos conta seus mistérios e maravilhas.
Estamos em boas mãos? Ou estamos em mãos de um pequeno tirano que nos faz viver nas pequenas mortes da angústia, da preocupação e da solidão?
É a angústia uma mão que aperta teu coração e tens que fechar-te para não sentir?
Sentes que estás confuso, perdido, que a solidão te leva a mundos dolorosos e que a vida está sendo uma estrada ao tédio?
Desde os Andes, chega um alento das abuelas, dos abuelos, para aprender o sentido desta rara experiência de viver.
E nesta edição da Prática dos 21 Dias trataremos da situação essencial nesta vida: abrir o coração. Fomos educados para viver com o coração fechado. E isto é antinatural. Como uma flor nasce para abrir-se e soltar seu perfume, assim um ser humano cresce para soltar livremente sua beleza interior, sua luminosa alegria, sua bondade natural.
A mente se tornou muito complexa devido a tanta exigência e estresse a que está submetida, devemos reeducá-la na vivência da simplicidade. Isto nos dá a vivência profunda do coração vinculando-se diretamente com esta Vida que arde em cada instante.
É este livro o que te levará aonde teu coração tanto sonha, a voltar a sentir a mão doce da Mãe Vida, levando-te firme e carinhosa pelo caminho de viver, desfrutar e aprender em família.
Não tens porque experimentar essa dor de viver, isso não está no plano de Vida que trouxeste ao nascer. Compreende, querido, querida, esta Vida é um jogo, temos que reaprender a brincar.
Quando aprenderes a abrir o coração, experimentarás que em cada instante que chega ao presente se esconde umas maravilhas que estão ocultas dentro deste teatro do Agora.
Este esforço de 21 dias para desterrar hábitos e gestos mecânicos de sofrimento e separação do aspecto lúcido e amoroso de nós mesmos é simples e profundo, e sinto que em um momento histórico, onde tanta confusão faz arder a sede de lucidez, esta é uma medicina espiritual magnífica para os peregrinos angustiados por tanta sede de luz e boas mãos.
Na prática vais ter experiências e compreensões mais que informação ou formação. A Mística Andina está dirigida a vivências e não a criar campos de intelecto sem práxis.
Vivenciar a poesia doce de teu SER, aberto e atento aos regalos que recebemos da Vida, ou da Deusa, é um antes e um depois, mostra a tua consciência que sim, vale a pena viver.

Este momento de vida é apenas um breve momento de consciência; nos Andes os abuelos nos ensinam a tirar todo o suco deste evento tão raro que é viver. Não o percas!

De 1o a 21 de setembro de 2017

Informações: pratica21dias@gmail.com

www.nacionpachamama.com