Los Andes Sagrados

Los Andes Sagrados

martes, 24 de marzo de 2015

sábado, 21 de marzo de 2015

Somos a semente da humanidade que será!


Buen día peregrino del instante, buen día!!!
Recebemos este instante com o coração aberto.
Chega... fácil, leve, alado a nossa percepcão, pleno de luz.
Este instante, agora, entra e sai, entra e sai.
Sente, com respiração profunda e ampla...
Sente, vazio, plenamente vazio...
Recém chegada está a aurora desse dia,
e os pássaros, e o vento e o Tayta Inti,
e todas as tuas células cantam o hino da vida...
e nós, cantamos com a consciência acordada, afetiva:
Gracias, gracias, gracias por esse novo dia,
por esses bilhões de momentos,
como presentes luminosos, como presentes de AMOR,
que chegam... e chegam, sempre novos.
Todos os seres vivos unidos fazemos votos de receber
com o coração de neném, aberto e sorridente, plenos de bom humor,
a esse momento que chega e chega... e chega.
Sente esse instante, esse mínimo instante em que os pássaros,
 as nuvens, o céu como um mar de luz e nosso coração celebram a vida,
a vida e a faísca sagrada, luminosa que a vida contém,
o amor sem sombras, plena essência viva, real, transformadora.
Desfrutemos... desfrutemos cada instante deste novo dia,
 e mantém o silêncio e a consciência aberta, relaxada,
receptiva as surpresas milagrosas do caminho...
Aqui desde esse lugar sagrado, com o coração pulsante,
te abraço, te abençoo junto ao vento, ao monte,
aos morros sagrados, aos pássaros que cantam,
e te digo: vamos juntos por esse dia, como nenéns,
renovando tudo, dando vida a nova vida:
a Nación Pachamama...
Lucidor Flores
 
Para escutar e desfrutar dessa meditação:
 
Vamos caminhar, cantar e sonhar juntos!!
E deixar um rastro belo e pacífico! Que feliz oportunidade!
Os esperamos para o 4° Encontro de La Nación Pachamama!
Informações e inscrições: nacionpachamama2015@gmail.com
 

viernes, 20 de marzo de 2015

A chave!!!



El famoso kōan Mu es como sigue: un monje preguntó a Zhaozhou, un maestro zen chino (en japonés, Jōshū):
 
"¿Tiene un perro la naturaleza de Buda o no?",

Zhaozhou respondió:
 
"wú" (en japonés, Mu).
 
 
Aqui vai uma chave de abertura a mais e mais momentos de AMOR.
 
As pessoas, os seres todos, a vida fenomênica, até as coisas mais rígidas e lentas estão mudando.
 
Não te apegues aos portais através dos quais chegava o AMOR há anos atrás. Tu estás mudando e, se meditas, serves, és um ativista sagrado, vives na consciência de Pachamama, mudarás muito e novas formas mais amplas e simples de amar, de ser feliz, de viver chegarão a ti desde dentro.
 
Vamos ao MU!
 
com amor profundo e revolucionário
 
isoldita MU
 
ps... e un auMUentito para o dia de hoje.... surpresa de MU!!!
 
 

jueves, 19 de marzo de 2015

Devoção ao Mestre!



Prabhuji Dayaa Karo
Om, Maestro dame compasión
Ven, por favor, habita mi corazón
Sin tu presencia es dolorosamente vacío
Hinche ese vacío con el néctar de tu amor
Tantra Mantra Pooja… nada de eso lo sé
El único que creo es en vos
He te buscado por todo el mundo
Por favor, ven… toma mis manos ahora
Guíame.
Prabhuji - en el dia del maestro:
 
 
 
 
 

miércoles, 18 de marzo de 2015

Essa liberdade nos ensina Amar!


A nova percepção grupal de comunidades de intenção fraternal, socialistas, com liderança grupal são a opção que o Sussurro de Pachamama sugere para passar pela ruptura que nos toca viver como geração.
É este viver em famílias ampliadas, de apoio mútuo, igualdade de direitos, respeito pelas vulnerabilidades e disciplina grupal o que nos assegurará passar pelo difícil momento planetário em que vivemos.
Somente unindo nossos dons, poderemos superar as frustações e medos que nos agoniam e os perigos ecológicos que nos espreitam por nossa ânsia depredadora. A via do SER integrado é o caminho da nova humanidade.
Sonha conosco outro mundo mais justo, fraternal, em que selvas, os índios, os diferentes sejam pares, em que a vergonha alcance o poderoso que persegue o diferente.
Sonha conosco, com os pobres, os humildes, os papachos dos Andes, um mundo de bondade, de trabalho, de família ampla, de voltar a beber água dos rios, um mundo de belas realidades de comunidades plenas de crianças sãs e alegres.
E assim cumprimos com nosso dever de filhos da Mãe Terra.
Lucidor Flores
 
Corazoncito - As comunidades campesinas de Nación Pachamama
Corazoncito - Natan
 
www.nacionpachamama.com

martes, 17 de marzo de 2015

Um huayno para desfrutar!

Amados, a realidade é um hino que se sente na pele da consciência.
Por isso os grandes anciães dos Andes nos falam de manter limpa a pele, que é a vista da Alma.
Sentir a subida da montanha e desfrutar de receber estas alegres músicas, estas cores, estes aromas, e a alegria do corpo que ao fim está vivendo uma aventura real.
Os Andes são o sorriso de Pachamama, e desde ali, vem um arco-íris de colibris, portando bênçãos, sintam, abram-se a esta beleza!

lunes, 16 de marzo de 2015

Um mimito de la Vida para todos!!!

Abre hoje teu SER, teu coração e deixa que chegue limpo e invicto este casto AMOR da Vida Una, neste instante. Sente, é simples, é frugal, é amplo e generoso.

Lucidor Flores

 

Queridos praticantes
Para hoje um lindo regalito de Pachamama...  a letra do mantra da meditação do mestre Lucidor Flores para que todos desfrutemos desse pequena poesia... um instante de puro amor que desfrutamos no museu de Gandhi em Delhi e que pensamos nesses 21 dias em desfrutar com todos....
Los amamos intensamente nesse Agora!
Om guru deva!
isoldita ma
 

Link da letra do mantra O Cisne Solitário - Gandhi

http://www.mediafire.com/view/f5rite8z5bdtlcm/o_cisne_solitu00E1rio.pdf

Vídeo do Mantra

Ud Jayega - gandhi - 

domingo, 15 de marzo de 2015

Com esta gratidão devota!


Infinitas possibilidades confluem agora, quando a consciência se libera destes impulsos cerebrais e nos abrimos a receber, a dar as boas-vindas a este instante de vida, com gratidão, nesta festa de AMOR!
Trocar a procura de certeza, controle, domínio, por aceitação gozosa desta vida, vivendo agora é tão belo, tão amplo, tão vasto como este silêncio que chega desde o monte de onde escrevo.
Venho em cada texto desses convidar-te a uma aventura, porém és tu aquele que tem que participar ativamente. Este é um convite a esquecer a profissão de complicar tudo e, assim, sair do estado de loucura cotidiana em que moramos na mente.
Convido-te a viver uns dias de plena receptividade, de aceitação gozosa, de terminar com a dissociação com a Vida que vem aqui, agora neste alento, neste momento de noite em que, desde a janela, as árvores, os duendes do monte e as musas se assomam a convidar-me a sair da solidão.
Quando te abres, te sentes bem, as árvores, os duendes, o maravilhoso te acompanha e a solidão desaparece, somente brota claro este momento de amor e gratidão… ¿Que más, que menos?

Lucidor Flores

www.nacionpachamama.com

sábado, 14 de marzo de 2015

MUDA TUDO!!


Amadurecer acompanhado da GRAÇA é a proposta da Via do despertar a viver instantes de amor.
Não te apegues aos portais através dos quais chegava o AMOR há anos atrás, ou à forma de encontrar felicidade que tinhas quando eras criança. Isso não funciona. Tu estás mudando e, se meditas, serves, és um ativista sagrado, vives na consciência de Pachamama, mudarás muito e novas formas mais tênues, mais amplas e simples de amar, de ser feliz, de viver chegarão a ti desde dentro. E, com tenuidade, dançarás com elas.
E como tudo está interligado, isso influirá definitivamente em tudo o que te rodeia, em uma área imensa, mais além do que tua agenda guarda, ou do que tua mente percebe.
Mantém a disciplina de situar-te na consciência afetiva. Abre a sensibilidade, deixa que tua vulnerabilidade se manifeste em tua realidade, não a escondas, e as mudanças serão reais. E, se a isso agregas um espaço dentro de tua consciência para a Presença Divina, pois te prepara que a perspectiva de teu destino será preciosa. E momentos de AMOR mais e mais profundos te visitarão!
Lucidor Flores
 

 

viernes, 13 de marzo de 2015

O tempo é hoje, agora! Viva a Pachamama!



É este um dia para o índio selvagem e manso que há em ti, para encontrar-se com os praticantes e com os amigos de todo tipo de tribo e entre todos imaginar uma ação coletiva para influir na sociedade com o fim de cuidar de nossa mimosa Tierrita.
Este planeta vivo, organismo inteligente e sensível, ao qual tanto dano temos causado.

A Vida precisa de nós e nós, da vida. Estás consciente desta necessidade de tua Mãe? Do Ser que te dá comida, roupa, ar, água, consciência, corpo, tempo, espaço e este AMOR que não para de chegar de instante a instante.

O tempo é hoje, agora! Unir-nos no caminho de uma militância compassiva por Pachamama é parte de nosso gozo de viver!

Ah!!
E se, próximo de tua casa, há uma comunidade campesina da Nação Pachamama, vai ali, levando algumas comidinhas naturais, saborosas e junto a todos, vamos revolucionar nossa forma de vincular-nos com a Vida.
Lucidor Flores
13° dia - Momentos de Amor
 
www.nacionpachamama.com