Los Andes Sagrados

Los Andes Sagrados

miércoles, 21 de marzo de 2012

Chegamos ao dia 21, tudo termina?


Não, recém começa. O silêncio chegou intensamente aqui... com sua bênção. Somente há assombro devoto entre tanto esplendor! Sou uma flama de gratidão que abre e derruba as portas do medo, e, assim, sai a brincar e pintar a vida, o sopro de paz, paz desta serena jornada, sabendo-nos portadores da bandeira, que é flama e asas... Em voos de condores estou vibrando agora... e os aromas de algarrobos e chañares acariciam meu sentir, liberto das armadilhas da mente e dos instintos... Ah, amada liberdade, envolve em teu silêncio fecundo e agreste todos os irmãos da fraternidade violeta dos 21 dias... e sigamos jardinando, como pioneiros criadores da Nação Pachamama, onde há espaço para todas as tribos, nações, rios e morros... Aqui nesta Nação, onde Cristo não é uma palavra oca, senão um vento amoroso que anima os corações a AMAR e SERVIR, mais, mais, mais!!!

martes, 20 de marzo de 2012

VIVA A VIDA!!!!


Afirma vibrando este teu compromisso, como uma multidão de vida, e coloca neste dia teu mais amoroso intento de ser uma cor que embeleza o dia; considera-nos, estamos aqui, todos nós, as estrelas, os pumas, as graciosas gaivotas, o mar, os homens, todos com este olhar de céu...

Ao receber este dia, campo aberto e multidão,
Junto a todos os povos de vida, da terra, faço votos
De saber e sentir, em cada degrau do dia, que confio e sou grato
Por cada agora, pois sei que são sementes que chegam ao coração único
Para renascer em alegria, consciência fraternal e espiga de esperança...
EU SOU O PÃO DA ALEGRIA INDOMÁVEL, EU SOU O SOL VIBRANTE DE FRATERNA SOLIDARIDADE, EU SOU UM SEMEADOR DE ESPERANÇA...

E celebremos à vida, várias vezes hoje, em pé, sozinho ou com teus companheiros do instante, em voz alta ou em silencioso grito de índio: VIVA A VIDA!!!!

sábado, 17 de marzo de 2012

...libertemos o Sentir do Coração!



Sente, irmão, irmã, companheiros da Vida. Sintam as águas puras dos Andes, os pássaros que me visitam nesta manhã de glória aqui na América Latina, continente de esperanças... onde o Coração alguma vez cantou forte e claro em todos os cholos e cholitas de nosso Tahuantinsuyu, e agora clama desde todas as pedras, desde os nevados, desde as nuvens que nos visitam, pedindo a nós, seus descendentes, os atuais cuidadores da Pacha, que libertemos o Sentir do Coração e percebamos o perigo da Vida, e unidos saiamos a cantar e a dançar mostrando a via dos homens simples e amorosos... que livremente cuidamos de tudo, pois tudo é nosso!

jueves, 15 de marzo de 2012

EU SOU um irradiante sol de terna humanidade!


Um só Amor, um só coração que contém toda a vida e sua bênção... Ah, vem irmão, irmã, visitar a Senhora Aparecida, a Mãe Divina, a Pacha velha, a Kali Ma, em teu Ser, a fonte de todos os sopros de paz e amor... Abre teu sentir e respira paz, paz, e segue voando para dentro, abrindo as gaiolas com gratidão... esta chave mágica e poderosa, esta chave-asas... que nos cura e alimenta... Vem, índio sagrado, indiazinha mimosa, e libera-te de conceitos, de opiniões, de posturas, e, vazia de ti mesma, sente a liberdade cósmica, onde o Senhor do Amor brilha como um diamante estrelado, trazendo compreensão e destruindo toda a ignorância e a separatividade... e sente este sorriso eterno e compassivo que te acompanha desde que estavas no amor de teu papai e mamãe...

Ah... amanheceres sagrados... vem, arde, solta suas chispas e sente a voz de todos os índios, a voz de todos os pássaros, de todos os rios que te dizem: não te rendas à medíocre acumulação e à procura de sensações vazias de amor... não te rendas, luta comigo pela vida!

Hoje, afirma com todos os uaikis andinos, com todos os irmãos revolucionários e poetas da Nação Pachamama:
Nestes amanheceres cósmicos
Comprometo-me, junto a todos os seres viventes
A manter a ternura e a firmeza de estar consciente
E a não perder nenhuma oportunidade de ser humano...
EU SOU um irradiante sol de terna humanidade!

Sim, hoje é o tempo de tua humanidade. Perde-te em abraços, em sorrisos, em calidez humana... e não grites; com suavidade, com leveza, anda pelo dia com teu rosto original, livre amor de pássaro, livre sopro de paz que a tudo impregna em seu aroma libertário...

domingo, 11 de marzo de 2012

Nação da Liberdade... Nação Pachamama!!!


"Com o AMOR se aprende a LIBERDADE... Com a LIBERDADE do coração se aprende a amar ao AMOR...
É tão simples e fluido... como um rio... Nosso reino planetário, verde e maravilhoso, está aqui, vive nele com dignidade, equilibrando tua vida entre fazer e não fazer, entre responsabilidade e ócio, entre academia e arte... entre cultura e Pachamama... Assim, entramos na Nação da Liberdade... onde é proibido proibir, pois quando há amor, há gentileza, delicadeza e o outro é tu mesmo..."

lunes, 5 de marzo de 2012

Celebrar, dançar, cantar, oferendar...


"Oferendar tua gratidão é a porta para que teu coração se liberte e dance... com tuas mãos vazias de eu... de pensamentos, só plenas de sol e devoção... inclina-te reverente ante os pássaros e as árvores e oferenda teu ser consciente ante o mistério da Existência Sagrada... e, livremente, canta, dança e oferece uma flor dançante..."